[FILMES] Moana: um mar de aventuras

07:35

Moana Waialiki é uma corajosa jovem, filha do chefe de uma tribo na Oceania, vinda de uma longa linhagem de navegadores. Querendo descobrir mais sobre seu passado e ajudar a família, ela resolve partir e, acompanhada pelo lendário semideus Maui, começa sua jornada em mar aberto, onde enfrenta terríveis criaturas marinhas e descobre histórias do submundo.

Tem como não amar a Disney? Se sim, alguém me conte como, porque eu realmente não sei. Crescí vendo seus desenhos 2D e me apaixonando por suas personagens, suspirando com os romances, torcendo pelas aventuras e me emocionando com as trilhas sonoras. Agora, com as animações em 3D, continuo fazendo tudo isso, além de me deslumbrar com a beleza, com a riqueza de detalhes e as cores maravilhosas que me são apresentadas!



Nos últimos tempos a Disney tem investido em princesas que fogem do padrão clássico, BelaPocahontas, Mulan, Merida e Elsa são bons exemplos disso. Moana, protagonista da nova animação, que estreiou oficialmente no Brasil ontem, dia 05 de Janeiro, apesar de não estarmos falando tecnicamente de uma princesa, mas sim da filha do chefe da aldeia, segue a mesma linha, mostrando que não tem nada de frágil e/ou indefesa. Ela é a representação do girl power em todos os sentidos. Uma jovem decidida, com personalidade forte, destemida e com traços bastante reais. 


A jornada de autoconhecimento de Moana acontece pois, séculos antes, Mauío semideus antiherói plus size, tatuado e arrogante (dublado por The Rock), roubou o coração de Te Fiti, deusa que criou a vida. O que a levou a espalhar desolação e destruição no mundo. Mauí não conseguiu ficar com o coração, já que Te Ka atrapalha seus planos. No conflito, Mauí perde, também, o seu Anzol, fonte de seus poderes e opta por se isolar. 

Séculos depois, a protagonista, que cresceu ouvindo as "lendas" contadas por sua avó, descobre o motivo de se sentir tão atraída pelo oceano: Moana é a escolhida para restaurar o coração de Te Fiti! 
Porém, seu pai não quer que a filha saia da ilha em que vive de modo algum. Ninguém da tribo ultrapassa as barreiras. O oceano é muito perigoso! 

Tendo o apoio apenas de sua avó, com quem tem uma relação muito bonita, Moana decide desafiar os limites impostos e se aventura para salvar sua tribo. Ela vai atrás de Mauí para, juntos, cruzarem os oceanos, recuperarem e devolverem o coração, restaurando assim o equilíbrio natural.

Mauí foge dos padrões de ajudante que a Disney vinha apresentando, mas, com o desenrolar do enredo, ele vai ocupando um espaço surpreendente no nosso coração, apesar do jeitão prepotente que o faz subestimar Moana desde que se encontram. 

É um história rica e repleta de mensagens positivas que vale muito a pena ser vista!

Confira o trailer: 




Pra me despedir deixo aqui essa fofura: Moana bebê ♥




Leia também!

0 comentários